Cidadão SP
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • /governosp
  • |
  • Fonte +
  • Fonte -
  • /governosp
  • Informar erro

Paço
Educativo

Paço Educativo

Sobre o paço educativo

A partir de 2020, o Paço Educativo se consolida como núcleo de atuação com o intuito de mediar para todos os públicos as exposições de arte contemporânea que o Paço das Artes há 50 anos vem promovendo. A partir da inauguração da nova sede em Higienópolis, o educativo reelabora suas ações considerando sua nova localização, revigorando e ampliando sua missão de promover o diálogo entre público e arte contemporânea.

Paço Criança

Nos meses de férias escolares são oferecidas atividades, oficinas, contações de história, vivências artísticas, entre outras ações educativas, com o intuito de proporcionar interações entre crianças, jovens e seus familiares dentro do universo do museu.

Curso para Professores

Anualmente são oferecidos cursos para formação de professores com o objetivo de fornecer bases teóricas e práticas dentro das temáticas desenvolvidas pelo Paço das Artes.

As exposições são sempre o ponto de partida para a elaboração dos conteúdos, visando uma triangulação de saberes entre professores, estudantes e museu.

Visitas Mediadas

O Paço Educativo oferece gratuitamente visitas mediadas agendadas e espontâneas para diversos perfis de público, o principal intuito desta ação é promover o diálogo com o objetivo de aproximar o público das poéticas artísticas contemporâneas. Sua atuação surge como possibilidade de transpor os limites que muitas vezes impedem o envolvimento do público com a arte. Mais do que facilitar a recepção, a ideia é despertar o interesse do visitante, fornecer a ele subsídios e promover o debate sobre o que é exposto.

A prática educativa é compreendida como algo que instiga, provoca, abre portas. Os educadores não pretendem explicar as obras ao público, mas multiplicar suas possibilidades de fruição, incitando-o a arriscar leituras pessoais, com o intuito de manter − e não dissolver − a tensão provocativa e criadora de boa parte da produção atual. Um dos cuidados do Paço Educativo é estabelecer relações entre a arte contemporânea e os períodos anteriores à sua formação, bem como com o universo das mídias, da informação, da tecnologia, da ética, da filosofia e da ciência.

Agende sua visita via o nosso contato:

e-mail educativo@pacodasartes.org.br

Material de apoio

Voltados aos professores, mas com possibilidades diversas de uso, os materiais educativos do Paço são elaborados por nossos educadores a cada nova exposição. Apresentam sempre uma abordagem teórica do tema e algumas propostas de aplicação prática. Use, foi feito para você!

Por email: educativo@pacodasartes.org.br

Material para professores

Acompanhe a programação do Paço Educativo por meio das mídias sociais e pelo site do Paço das Artes.

Paço Comunidade

Sobre o Paço Comunidade

Concebido em 2013, o Paço Comunidade tem o objetivo de ampliar o diálogo do Paço das Artes com um público em situação de vulnerabilidade social. A intenção de estreitar laços entre a instituição e a comunidade do seu entorno, no Jardim São Remo, que aconteceu durante os anos em que o Paço esteve localizado na Cidade Universitária. Desde que perdeu sua sede em 2016, no entanto, a instituição expandiu seus limites geográficos e promoveu ações em outras localidades.

2013 - Oficinas de estêncil e pinturas ministradas pelo artista Anderson Rei, culminando em uma intervenção colaborativa da comunidade no muro que separava o Jardim São Remo da Cidade Universitária

2014 - O tema foi "Obra-jogo de construção, uma instalação artística coletiva", com o artista, professor e arte-educador Alberto Lembo. A partir de oficinas, foram criadas coletivamente objetos tridimensionais como brinquedos, esculturas e protótipos de um parquinho.

2014/2015 - O Paço convidou a artista Mônica Nador para ministrar oficinas semanais de estêncil em tecido para mulheres na ONG Girassol. As estamparias das participantes ganharam uma dimensão conceitual e Nador convidou o designer Renato Imbroisi para participar do projeto para transformar as estampas em roupas. O resultado das oficinas - estamparias e roupas - foram expostos numa mostra (Mônica Nador + JAMAC + Paço Comunidade) em que, na abertura, as participantes desfilaram com peças que estamparam, ao som de música ao vivo.

2015 - A ação da quarta edição consistiu em encontros teórico-práticos de arte rua com artistas do SHN (Coletivo Rua Produções Artísticas formado por Eduardo Saretta e Haroldo Paranhos) com contribuição do grafiteiro Izu, morador da comunidade São Remo. Como resultado, conforme proposta dos participantes, foram pintadas paredes das áreas laterais e externas (de aproximadamente 100 m2) do Circo Escola do Jardim São Remo.

2016 - Neste ano o Paço Comunidade recebeu uma demanda dos moradores da Ocupação do Movimento Sem-Teto do Centro (MSTC): potencializar a Oficina de Costura existente. A curadoria convidou a estilista Agustina Comas para ministrar aulas semanais de desenho, modelagem e construção de roupas utilizando, como matéria-prima, o excedente da indústria têxtil. Foram criadas peças com sobras de tecido e o resultado das oficinas foi um desfile em que os participantes mostraram suas criações.

2017 - “Entrelaços” foi uma proposta de intervenção urbana, ocupando espaços e estabelecendo relações com o entorno e as pessoas da comunidade São Remo. O projeto levou a experiência de tear e de tramas nos alambrados da quadra do Circo Escola, com os potenciais do tear e do fazer manual através da construção participativa de um painel de tramas de cores. O espaço urbano se transformou, e o espectador inseriu-se na paisagem criada pela instalação/intervenção urbana.​

2018 - A edição deste ano foi a realização do curso “Descentralizações: introdução à arte contemporânea” no JAMAC - Jardim Miriam Arte Clube. A ideia surgiu de conversas entre a diretora do Paço das Artes, Priscila Arantes e Mônica Nador que trabalharam juntas em 2015 e detectaram uma demanda do JAMAC em elaborar um curso para a comunidade. Convidaram, portanto, o Professor Claudinei Roberto, especialista em arte afro-brasileira para ministrar um curso de história da arte, mas com conteúdos fundamentais da arte contemporânea a partir de uma perspectiva democrática e em diálogo com as práticas do Paço das Artes.

2019 - O projeto para o próximo Paço Comunidade é promoção de uma formação teórico-poética de artes em diálogo com as demandas dos grupos que frequentam a ONG Ação Educativa.