alt da foto

Abertura

10 Jul / 11:00

Visitação

10 Jul - 10 Out / 2021

temporada de projetos

Simone Moraes

Peso da Biblioteca Ausente

Peso da Biblioteca Ausente é  uma instalação composta por vídeo e livros que derivam de uma ação realizada na residência artística de Simone Moraes no MARP (Museu de Arte de Ribeirão Preto) nos anos de 2017 a 2019. O projeto tem o intuito dar luz, a partir da experiência e contato da artista com os 4301 livros de um acervo doado ao MARP, em que menos de 5% dos livros eram escritos por mulheres. Sua ideia não é somente questionar a ausência de mulheres nos espaços institucionais, mas também valorizar e expor a produção de conteúdo existente desenvolvidos pelas mesmas.

Peso da Biblioteca Ausente é  uma instalação composta por vídeo e livros que derivam de uma ação realizada na residência artística de Simone Moraes no MARP (Museu de Arte de Ribeirão Preto) nos anos de 2017 a 2019. O projeto tem o intuito dar luz, a partir da experiência e contato da artista com os 4301 livros de um acervo doado ao MARP, em que menos de 5% dos livros eram escritos por mulheres. Sua ideia não é somente questionar a ausência de mulheres nos espaços institucionais, mas também valorizar e expor a produção de conteúdo existente desenvolvidos pelas mesmas.

Peso da Biblioteca Ausente é  uma instalação composta por vídeo e livros que derivam de uma ação realizada na residência artística de Simone Moraes no MARP (Museu de Arte de Ribeirão Preto) nos anos de 2017 a 2019. O projeto tem o intuito dar luz, a partir da experiência e contato da artista com os 4301 livros de um acervo doado ao MARP, em que menos de 5% dos livros eram escritos por mulheres. Sua ideia não é somente questionar a ausência de mulheres nos espaços institucionais, mas também valorizar e expor a produção de conteúdo existente desenvolvidos pelas mesmas.

acompanhamento crítico

Galciani Neves

Abertura

10 Jul / 11:00

Visitação

10 Jul - 10 Out

temporada de projetos

sobre o evento

Peso da Biblioteca Ausente é  uma instalação composta por vídeo e livros que derivam de uma ação realizada na residência artística de Simone Moraes no MARP (Museu de Arte de Ribeirão Preto) nos anos de 2017 a 2019. O projeto tem o intuito dar luz, a partir da experiência e contato da artista com os 4301 livros de um acervo doado ao MARP, em que menos de 5% dos livros eram escritos por mulheres. Sua ideia não é somente questionar a ausência de mulheres nos espaços institucionais, mas também valorizar e expor a produção de conteúdo existente desenvolvidos pelas mesmas.

sobre o artista

Artista visual natural da cidade de Ribeirão Preto/SP, Simone Moraes vive e trabalha entre Goiás e São Paulo, e é graduada em Educação Artística e Artes Plásticas pela Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP). Sua pesquisa é apoiada entre arte e ciência, além de vestígios de paisagens, estruturas orgânicas e resgates de uma memória pessoal através de registros, coletas e expedições que resultam em formas, repetições e sobreposições de distintos materiais. Desdobram-se em objetos, intervenções, colagens, desenhos, fotografias e ações. As últimas exposições individuais foram no Museu de Arte de Ribeirão Preto (MARP), Museu de Arte de Blumenau (MAB).

visitação

De 10 de julho a 10 de outubro de 2021

abertura

10 de julho - 11:00 horas

Governo do Estado de SP